Olá! Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Ao utilizar este site, você concorda com o uso de cookies.

Mato Grosso, 23 de Janeiro de 2022

Noticias

Athletico repete série negativa de 2020 e se aproxima do Z-4

Há sete jogos sem vencer, Furacão está três pontos acima da zona de rebaixamento

14 de Setembro de 2021 as 12h 30min

Athletico perdeu do América e segue em má fase — Foto: Fernando Moreno

A derrota por 2 a 0 do Athletico para o América-MG no sábado, na Arena Independência, pela 20ª rodada, repetiu a mesma sequência de sete jogos sem vencer no Brasileirão, em 2020. O Furacão, agora, está próximo do Z-4 e de repetir sua pior série negativa, de novem jogos de jejum em 2015.

O time rubro-negro tem seis derrotas (América-MG, Palmeiras, Santos, Corinthians, Cuiabá e São Paulo) e um empate (Sport). Além disso, foi eliminado na semifinal do Paranaense para um esfacelado FC Cascavel, na quarta-feira.

O Furacão, que chegou a liderar o torneio, tem 24 pontos e ocupa a 10ª colocação. A diferença para o Z-4 é de apenas três pontos, enquanto para o G-6 é de quatro.

A última vitória rubro-negra nessa edição da Série A aconteceu em 25 de julho, diante do Inter. Depois disso, a equipe venceu a LDU, duas vezes pelas quartas de final da Sul-Americana, e o Santos, na ida das quartas da Copa do Brasil.

Entre 16 de agosto e 9 de setembro de 2020, o Athletico viveu momento semelhante, com cinco derrotas (Santos, Palmeiras, Fluminense, São Paulo e Vasco) e dois empates (Bragantino e Botafogo). O jejum se encerrou em triunfo por 1 a 0 no Atletiba, na rodada 10.

O Athletico ainda está a dois jogos de igualar seu maior jejum de vitórias na história dos pontos corridos do Brasileirão, desde 2003. Há seis anos, o Furacão somou nove rodadas sem vencer, com três empates (Joinville, Figueirense e Cruzeiro) e seis derrotas (Vasco, Grêmio, Coritiba, Ponte Preta, São Paulo e Corinthians).

“Embora o momento seja sensível, o dia seguinte é importante. O foco é conseguir a classificação para a semifinal da Copa do Brasil. Estamos conscientes que não é fácil, mas é perfeitamente possível e o grupo tem condições de fazê-lo”, destacou o diretor-técnico Paulo Autuori.

Com 24 pontos, o Furacão recebe o Juventude no sábado, às 17h45, na Arena da Baixada, pela 21ª rodada da Série A. Antes, encara o Santos nesta terça-feira (14), às 20h30, na Vila Belmiro, pelo jogo de volta das quartas de final da Copa do Brasil.

TODOS OS SETORES
Fábio Carille nem completou uma semana de trabalho no Santos e já terá uma decisão pela frente. O Alvinegro enfrenta o Athletico nesta terça. No domingo, os atletas que iniciaram o duelo com o Bahia, no sábado, pelo Brasileirão, fizeram trabalho regenerativo na academia. O restante do grupo treinou no gramado.

Como perdeu o jogo de ida por 1 a 0, o Peixe precisa desfazer a vantagem do Furacão. E, para isso, o comandante santista precisará resolver problemas em todos os setores do time em apenas um treino com o grupo completo.

A primeira dúvida está na defesa. Robson Reis, que vinha atuando como titular, sofreu uma entorse no tornozelo direito e acabou substituído no intervalo contra o Bahia. Ele passa por tratamento intensivo e já apresentou melhorar clínica. Porém, após a partida de sábado, o técnico se mostrou pessimista sobre o caso. “Provavelmente perdi o Robson por contusão”, disse Carille.

Existe a possibilidade do retorno de Luiz Felipe, que se recuperou de um edema na coxa direita, mas que ainda aprimora a forma física. Já Kaiky sofreu uma lesão no reto femoral, ainda em agosto, e segue fora. Para piorar a situação, Danilo Boza, que disputou a Copa do Brasil pelo Mirassol, e Emiliano Velázquez, não inscrito a tempo, estão impedidos de jogar.

O elenco santista tem à disposição Derick, de 19 anos, que estava cedido ao sub-20 do Peixe. Outra opção pode ser Jhonnathan, de 20 anos, que já esteve no banco de reservas na partida de ida contra o Athletico e disputou a partida contra o Atlético-GO, neste domingo, pelo Campeonato Brasileiro sub-20.

No meio de campo, o desfalque será Camacho, que já defendeu o Corinthians na Copa do Brasil. Um dos que podem fazer esta função é Vinícius Balieiro, mas o jogador não tem sido relacionado para os jogos. Jean Mota, Ivonei e Vinícius Zanocelo também podem ser improvisados na função.

Há ainda um problema no ataque. Léo Baptistão não está inscrito na Copa do Brasil. Contra o Bahia, o camisa 9 deu lugar a Raniel no segundo tempo. Diego Tardelli é outro atleta que luta pela vaga. Durante a apresentação oficial, o jogador disse que estaria pronto para estrear justamente contra o Athletico. Além deles, o jovem Marcos Leonardo pode desempenhar a função.

Além da chance de ganhar um título no ano e garantir uma vaga na próxima Libertadores, a Copa do Brasil é vista com bons olhos pela diretoria santista pela premiação. Se avançar para a semifinal, o Peixe garante R$ 7,3 milhões.

Fonte: DA REPORTAGEM

Veja Mais

Sinop: idosos e PCD devem emitir cartão para ocupar vagas exclusivas

Pessoa não precisa ser o condutor do veículo, mas o cartão deve estar à mostra

Publicado em 23 de Janeiro de 2022 ás 07h 00min


Sem patrocínio, Humaitá abre votação para personalizar camisa

Publicado em 22 de Janeiro de 2022 ás 17h 00min


Jogadores do Flamengo relatam alta intensidade nos treinos

Preparador explica que período na Inglaterra o fez dar maior atenção a trabalhos físicos de maior esforço

Publicado em 22 de Janeiro de 2022 ás 14h 00min


Jornal Online

Edição nº 0717 21/01/2022