Olá! Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Ao utilizar este site, você concorda com o uso de cookies.

Mato Grosso, 08 de Dezembro de 2021

Noticias

Meio Ambiente faz o lançamento simbólico de plantio de árvores com mudas de ingá

24 de Novembro de 2021 as 12h 56min

A Secretaria de Meio Ambiente de Sinop realizou hoje (24), no Parque Municipal Natural Florestal, o lançamento simbólico do cronograma de plantio de árvores. Ao todo, 15 mudas de ingás foram plantadas em pontos estratégicos dentro da reserva. As mudas foram produzidas a partir de sementes extraídas da fazenda do prefeito Roberto Dorner.

“Há alguns anos eu colhi algumas sementes de ingá ali no antigo restaurante colonial [prédio histórico de Sinop] e levei para minha fazenda e, lá reflorestei a minha fazenda. Hoje, esses pés estão produzindo e estamos colhendo sementes e trazendo para a cidade novamente. Um dia levamos da cidade para fazenda e hoje estamos fazendo o caminho inverso. Fico feliz em poder contribuir com o meio ambiente”, comentou o prefeito.

O gestor acrescentou que atualmente tem algumas mudas produzidas dentro da própria fazenda e que fará a doação para o município integrar as mudas que serão usadas nesse período de plantio.

A secretária Ivete Mallmann explica que as mudas servirão de, além de reflorestar o parque, alimento para os animais que frequentam e habitam na unidade de conservação. “Daqui uns anos essas árvores, quando produzirem, alimentará nossos macacos, aves e outros animais que moram aqui no parque”, disse.

O cronograma conta com 19 pontos para o plantio, sendo eles pátio de escolas municipais, canteiros centrais de avenidas, praças públicas, pátio do Estádio Massami Uriú, áreas institucionais, Residencial Nico Baracat e a construção do Memorial das Vítimas da Covid-19. A intenção é plantar 20 mil mudas de árvores nativas nesse período chuvoso.

“Dentro das áreas abertas, como parques, praças e outros, nós fazemos o plantio de árvores nativas com estaturas grandes. Nos canteiros centrais e calçadas, escolhemos também árvores nativas, porém, de baixa e média estatura, para não implicar em algum acidente com a rede de iluminação pública”, disse Ivete.

A maioria das mudas são produzidas pelo próprio município dentro dos Viveiros Municipais do Parque Florestal e Roque Canelli. Outra parte é de doação do Ministério Público e de pessoas físicas.

Fonte: ASSESSORIA DE IMPRENSA

Veja Mais

Inter decepciona em último ato no Beira-Rio em 2021

Publicado em 08 de Dezembro de 2021 ás 12h 00min


Soja: preço interno oscila com certa força ao longo da última semana

Publicado em 08 de Dezembro de 2021 ás 11h 00min


Decreto exclui Casa da Moeda de programa de desestatização

Publicado em 08 de Dezembro de 2021 ás 10h 00min


Jornal Online

Edição nº 0684 08/12/2022