Olá! Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Ao utilizar este site, você concorda com o uso de cookies.

Mato Grosso, 17 de Maio de 2022

Noticias

MILHO ESTOCADO: Conheça 5 dicas para o armazenamento correto

Cuidados são fundamentais para que a qualidade do cereal colhido no campo seja mantida

30 de Agosto de 2020 as 08h 00min

Foto: Divulgação

DA REPORTAGEM

 

Com a colheita das lavouras de milho encerrada em Mato Grosso, a qualidade dos grãos que saíram do campo passa a depender dos cuidados adotados durante o armazenamento. Enquanto o cereal estiver estocado é importante manter o foco em alguns itens que exigem atenção e que podem evitar que o produto sofra danos.

Engenheira agrônoma e instrutora credenciada junto ao Senar-MT, Tânia Regina de Oliveira listou cinco deles, que são considerados fundamentais para que o produto seja preservado. Confira:

 

Faça limpezas periódicas na unidade armazenadora

Segundo a instrutora do Senar-MT, a limpeza deve envolver a “lavagem” do armazém, com atenção especial aos dutos, sistema de aeração, canaletas, e o local onde é feita a pré-limpeza dos grãos. “Com essa higienização será possível retirar todo e qualquer resíduo, minimizando o risco de proliferação de pragas. O ideal é que essa limpeza seja feita a cada safra, ou seja, quando a soja for retirada para a entrada do milho e vice-versa. Durante o procedimento também é preciso aplicar inseticidas no piso e nas paredes da unidade, para eliminar as pragas que eventualmente estejam na unidade”, explica.

 

Classifique o produto assim que ele chegar no armazém

A recomendação vale tanto para as empresas armazenadoras, quanto para os produtores que possuem armazém na fazenda. De acordo com a agrônoma, é fundamental verificar as condições da carga antes do descarregamento. “A coleta dos grãos precisa ser feita de maneira correta, assim como o levantamento populacional de pragas que estejam chegando da lavoura com esse produto, o percentual de umidade, o nível de matérias estranhas e impurezas. Essas informações permitem que a limpeza dos grãos – na entrada do armazém – seja feita de maneira correta, bem como a programação de eventuais aplicações de defensivos caso seja necessário”, reforça.

 

Monitore a umidade dos grãos

Na avaliação da instrutora, “esse monitoramento é de suma importância para evitar que o grão perca peso durante o tempo em que permanecer estocado. A equipe deve estar treinada para coletar a cada 15 ou 20 dias a massa de grãos e verificar a umidade do produto. Isso vai reduzir o risco do uso incorreto do sistema de aeração, evitando perdas. Também é importante que a equipe responsável elabore uma tabela de acompanhamento periódico desta umidade, que precisa estar mantida entre 12% e 14%”, orienta.

 

Acompanhe com frequência a temperatura da massa dos grãos

De acordo com Tânia Regina, “os colaboradores precisam estar atentos – a todo e qualquer momento – com os cuidados com os cabos de termometria. É preciso mantê-los com a manutenção em dia e os operadores precisam ter conhecimento preciso sobre termometria para que saibam o momento exato em que é preciso ligar o sistema de aeração, ganhando e não perdendo com ela. Vale lembrar que a cada momento em que esta temperatura ‘evolui’, aumenta também o nível populacional de insetos, assim como os índices de grãos avariados como fermentados e ardidos”, aponta.

 

Mantenha atenção ao controle de pragas

Por fim, a instrutora do Senar-MT reforça que “é preciso realizar constantemente um levantamento sobre a incidência de pragas dentro do armazém, para que as aplicações de inseticidas possam ser feitas ‘com sucesso’, sem desperdício de produto. Com as informações corretas, é possível realizar intervenções mais assertivas e eficientes. Isso vai evitar custos desnecessários e reduzir riscos de danos à qualidade dos grãos”, conclui.

Veja Mais

MT registra abertura de 16,7 mil empresas do setor de turismo

Publicado em 17 de Maio de 2022 ás 11h 00min


MT apresenta a 2ª menor taxa de desocupação

Publicado em 17 de Maio de 2022 ás 10h 30min


Detran-MT orienta motoristas sobre manutenção do veículo

Publicado em 17 de Maio de 2022 ás 10h 00min


Jornal Online

Edição nº 0796 17/05/2022