Olá! Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Ao utilizar este site, você concorda com o uso de cookies.

Mato Grosso, 06 de Julho de 2022

Noticias

MP pede ao STF novo afastamento de Emanuel

17 de Fevereiro de 2022 as 16h 00min

Emanuel Pinheiro chegou a ser afastado do cargo em 19 de outubro – Foto: Divulgação

O Ministério Público Federal (MPF) pediu ao Superior Tribunal de Justiça (STJ) a revisão da decisão que revogou a suspensão do mandato do prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro (MDB).

O MPF disse que foram cometidos fatos graves na administração municipal, como o uso da máquina pública para atender fins eleitorais.

A defesa do prefeito Emanuel Pinheiro acredita que o pedido do MPF não será aceito pelo STJ.

Segundo o MPF, Emanuel no cargo de prefeito tem causado risco ao andamento do processo e desobedece as determinações judiciais continuando a praticar ilícitos.

Emanuel é suspeito de irregularidades na contratação de servidores para atuar na Secretaria Municipal de Saúde (SMS) para atender interesses políticos.

Um dos argumentos usados por Emanuel para retornar ao cargo foi quanto a instabilidade que o afastamento poderia gerar na cidade de Cuiabá.

“Trata-se, na realidade, de recepção integral de tese arguida pelo agravado sem qualquer conformação probatória, até porque, a prefeitura de Cuiabá segue na prestação regular de seus serviços, administrada pelo vice-prefeito que – nunca é demais olvidar – também foi eleito pela comunidade local”, contrapôs o MPF ao argumento da defesa do prefeito.

“Após a decisão proferida pelo relator da ação penal no Tribunal de Justiça, atendendo pedido da defesa para o retorno do Prefeito as suas atividades, o Ministério Público recorreu ao STJ. A defesa acredita piamente que o recurso será desprovido, uma vez que a questão já fora em outubro analisada pelo presidente do STJ, em um pedido de Emanuel Pinheiro, que deferiu a liminar e determinou o retorno do Prefeito ao cargo. Assim, confia a defesa que o recurso do Ministério Público não terá êxito”.

Fonte: DA REPORTAGEM

Veja Mais

Benedetto pediu para cobrar o último pênalti contra o Timão

Publicado em 06 de Julho de 2022 ás 12h 47min


Bustos dá espaço a experientes para tentar tirar Santos da crise

Publicado em 06 de Julho de 2022 ás 12h 04min


Soja: preços encerram junho em alta

Publicado em 06 de Julho de 2022 ás 11h 30min


Jornal Online

Edição nº 0830 06/07/2022