Olá! Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Ao utilizar este site, você concorda com o uso de cookies.

Mato Grosso, 23 de Janeiro de 2022

Noticias

Sinop recebe a primeira usina de oxigênio de Mato Grosso

Doada pela Sinop Energia, usina poderá produzir demanda para atender outras cidades

16 de Setembro de 2021 as 06h 30min

Trabalhando 24h, unidade deve produzir 50 cilindros por dia – Foto: Roneir Corrêa

A Sinop Energia (concessionária da Usina Hidrelétrica Sinop) fez na manhã desta quarta-feira (15), a entrega em forma de doação, ao município de Sinop a primeira usina de oxigênio que foi viabilizada em Mato Grosso pelo programa matchfunding Salvando Vidas do BNDES.

O ato de entrega ocorreu na sede operacional da empresa, onde o diretor-presidente da Sinop Energia, Ricardo Padilha, em coletiva de imprensa ressaltou a importância da doação feita pela companhia ao município, mostrando assim o seu comprometimento com o desenvolvimento socioeconômico.

“É uma satisfação, da nossa parte, de poder participar desse momento difícil em que vive o Brasil, vive a região nossa, o mundo inteiro, e poder contribuir de maneira firme. Com os investimentos de hoje, chegamos a R$ 4,5 milhões somente com itens Covid e sei que podemos dar uma contribuição importante, no sentido de diagnóstico, prevenção, do tratamento e da assistência social”, disse Padilha.

Essa situação delicada também foi lembrada pelo secretário de Saúde, Valério Gobbato, que destacou a importância do reforço oferecido pela nova usina de oxigênio.

“É uma usina que vai atender a demanda das nossas unidades, dos pacientes que estão acamados que necessitam de oxigênio. Vocês acompanharam o sufoco que passamos no final de março, abril, com aquele pico de Covid em nosso município. Mesmo hoje, com a pandemia sob controle, com poucos casos, mas que não é só para Covid que serve. Vamos atender ao nosso consumo de oxigênio na UPA, nas unidades e, inclusive, os pacientes que estão recebendo oxigênio em suas residências”, destacou.

Para o prefeito Roberto Dorner, essa parceria do setor público com o privado vem para acrescentar de forma ímpar dentro da saúde sinopense, e comemorou o fato da primeira usina de oxigênio de Mato Grosso ser instalada em Sinop.

“Temos que agradecer a Sinop Energia por essa doação feita ao município. Vai ser de grande valia porque é sempre um gasto, todo mês, que acrescenta dentro da saúde. Isso vai trazer uma economia ao município e, também, vamos poder ajudar os municípios vizinhos que não tem. Para nós, isso é uma alegria muito grande, ser a primeira do Estado com uma usina dessas sendo instalada em Sinop”, comemorou.

De acordo com Padilha, os equipamentos devem chegar em Sinop em um prazo de 30 a 60 dias, com sua instalação sendo realizada no Hospital Regional.

Há a expectativa também de que toda a produção [caso a usina trabalhe 24 horas seguidas, a produção pode chegar em 50 cilindros por dia] seja mais que suficiente para abastecer Sinop, portanto, há a previsão de que o que for produzido em excesso será enviado para cidades vizinhas.

“O excedente será distribuído aos municípios da nossa região que compõe o Consórcio Teles Pires. O consumo, hoje, da Secretaria de Saúde, chega a praticamente a pouco mais da metade, então, nesse momento, temos excedente”, finalizou Gobbato.

Fonte: CLEMERSON SM

Veja Mais

Sinop: idosos e PCD devem emitir cartão para ocupar vagas exclusivas

Pessoa não precisa ser o condutor do veículo, mas o cartão deve estar à mostra

Publicado em 23 de Janeiro de 2022 ás 07h 00min


Sem patrocínio, Humaitá abre votação para personalizar camisa

Publicado em 22 de Janeiro de 2022 ás 17h 00min


Jogadores do Flamengo relatam alta intensidade nos treinos

Preparador explica que período na Inglaterra o fez dar maior atenção a trabalhos físicos de maior esforço

Publicado em 22 de Janeiro de 2022 ás 14h 00min


Jornal Online

Edição nº 0717 21/01/2022