Olá! Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Ao utilizar este site, você concorda com o uso de cookies.

Mato Grosso, 28 de Fevereiro de 2024

Noticias

Sorriso e MT: Vigilância Ambiental pede que população aproveite o Carnaval para limpar o quintal

10 de Fevereiro de 2024 as 08h 18min

Em janeiro foram 1.050 amostras positivas – Foto: Divulgação

Mais de 100 amostras de larvas estão aguardando análise em Sorriso. Essa é a realidade da equipe de Vigilância em Saúde Ambiental.

E muitas testando positivo para a presença do mosquito Aedes aegypti, agente transmissor da dengue, Zika vírus e Chikungunia.

Em janeiro, por exemplo, a equipe identificou 1.050 tubetes com amostras positivas. O que equivale a 88% das 1.190 amostras coletadas no mês de janeiro como positivas.

Em janeiro de 2023 foram 127 coletas positivas e em dezembro, o mês anterior a essa explosão, foram 452 coletas com larvas de Aedes. Quando uma coleta dá positivo o proprietário do imóvel é imediatamente comunicado.

Por enquanto, na contramão da quantidade de amostras positivas para o Aedes, são somente 13 casos confirmados de dengue e um de Chikungunia de 1.º de janeiro de 2024 até o momento.

“Nosso medo é que os casos comecem a aumentar porque os testes positivos para larvas têm subido muito, de modo alarmante para nós”, diz a coordenadora do Departamento, Claudete Damasceno. "Também estamos no período de chuvas, então esse cuidado precisa ser redobrado", afirma a profissional.

“A meta é evitar que a mesma onda de casos positivos de dengue se repita em Sorriso”, alerta a coordenadora de Vigilância em saúde, Taynná Vacaro. “E para isso precisamos da colaboração de todos; todos somos responsáveis por nossas casas, nossa cidade”, diz.

“Hoje mesmo recebemos um áudio de uma agente de combate à endemias muito preocupada: ela acabou de fazer a coleta de larvas da tampa de um balde que estava no quintal com a família toda circulando ao redor; se essa larva for de Aedes, a família e os vizinhos estão expostos”, conta Claudete.

Outra preocupação é a quantidade de lixo encontrada nos quintais e relatada pela equipe de ACEs.  São situações em que ao cumulo de lixo também esconde animais peçonhentos como cobras, ratos, aranhas, escorpiões, dentre outros – ou até mesmo animais mortos e que podem transmitir enfermidades, como nas imagens.

“Nossa equipe orienta, pede que o morador elimine esses focos de lixo, mas há casos extremos, inclusive reincidentes em que precisamos comunicar o NIF (Núcleo Integrado de Fiscalização) para acompanhamento e multa”, detalha a coordenadora do departamento de Vigilância em Saúde Ambiental.

DICA DO
QUE FAZER

E já que está chegando o Carnaval e com ele aquela parada na cidade, Claudete pede que a população reserve um tempinho desse tempo extra em casa para dar aquela fiscalizada no próprio quintal.

E com 10 minutinhos toda semana dá para prevenir muita coisa. Confira algumas dicas da equipe:

- Retire os pratinhos nos vasos de plantas e faça furos nos vasos para vazar a água;
- Coloque terra ou areia até a borda nos vasos;
- Mantenha a caixa d’água fechada;
- Retire as embalagens plásticas ou celofane usados em flores e arranjos naturais e de plástico;
- Não deixe recipientes como copos, garrafas, embalagens ou sacos plásticos pelo quintal;
- Descarte o lixo somente em lugares adequados – essa dica vale para quando você estiver na rua também;
- Verifique a situação das calhas de sua residência;
- Use repelentes; cuide-se.

Hoje, 47 agentes de combate a endemias atuam diretamente à campo. “Mas lembramos a todos que cada um é responsável pelo seu lar; então é essencial que uma vez por semana verifiquem recipientes, calhas, plantas, cisternas, etc., e que toda a população nos auxilie não descartando lixo a céu aberto, pois muito desse lixo acaba entupindo bueiros e servindo como o criadouro ideal para todo tipo de mosquitos e de animais peçonhentos”, aponta Claudete.

Para dar aquela mãozinha na limpeza do quintal, a Prefeitura oferta o serviço de coleta de resíduos sólidos - confira aqui o calendário; em que são recolhidos móveis e eletrodomésticos velhos e inservíveis; assim como restos da limpeza de jardins (folhas e restos vegetais que podem servir como criadouro de insetos e animais peçonhentos, como a grama quando é cortada). “O que não pode é deixar de cuidar”, completa Claudete.

Fonte: DA REPORTAGEM

Veja Mais

Meio Ambiente e Ecofalante assinam Acordo de Cooperação Técnica

Publicado em 28 de Fevereiro de 2024 ás 16h 34min


Fluminense terá “artilheiro dos mata-matas” de volta contra LDU

Publicado em 28 de Fevereiro de 2024 ás 13h 37min


Ministério da Fazenda publica regras para empresas de auditoria de apostas

Publicado em 28 de Fevereiro de 2024 ás 11h 19min


Jornal Online

Edição nº1242 29/02/2024