Olá! Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Ao utilizar este site, você concorda com o uso de cookies.

Quarta Feira, 22 de Maio de 2024

Noticias

Tamanduá-bandeira toma ducha para se refrescar em pousada no Pantanal

15 de Maio de 2024 as 10h 32min

Cena faz parte da rotina na propriedade, segundo o dono do local – Foto: Divulgação

Uma tamanduá foi filmada tomando banho no chuveiro de uma pousada, em Barão de Melgaço, na última semana, em meio a onda de calor que o estado enfrentava. Segundo o proprietário do local, Tarso Lopes, essa é uma cena que faz parte da rotina deles.

Tarso contou que a tamanduá que aprece no vídeo se chama Dalila, tem 3 anos e chegou na pousada quando ainda filhote. Segundo ele, o animal é praticamente da família. “Dalila chegou com 1 mês de vida e, como ela foi abandonada, só ficava no colo. Fui colocando ela devagarzinho na natureza, e agora ela volta pra cá. Ela praticamente pede para tomar banho”, contou.

A pousada recebe animais resgatados para serem reintegrados na natureza. Tarso também contou que faz esse trabalho há mais de 12 anos, mas, em 2020, firmou um convênio com a Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema) e, desde então, o órgão também envia animais resgatados para a reintegração.

“Esses animais vêm do estado todo para gente soltar. Cuidamos deles e eles vêm e voltam. A maioria aparece todos os dias aqui, alguns moram aqui, não foram embora”, explicou.

O biólogo Gustavo Figueiroa disse que, naturalmente, o tamanduá gosta de tomar banho e, como foi criado no local, esse comportamento é comum. Entretanto, ele explicou que, por causas das garras do animal, é preciso tomar cuidado e manter uma distância segura.

“Não recomendo chegar muito perto. Eles não são animais agressivos, mas, estimular a aproximação com os seres humanos, pode gerar problema, uma vez que, se eles se sentem ameaçados e encurralados, podem se defender, e eles têm garras fortíssimas, poderosíssimas”, explicou.

O tamanduá-bandeira, como é popularmente conhecido, é um mamífero nativo da América do Sul. Recebeu esse nome por ter o formato da cauda semelhante ao de uma bandeira. Esses animais têm uma função ecológica de extrema importância, que consiste na adubação da terra, uma vez que se alimentam de insetos e acabam espalhando resíduos e nutrientes pelo solo.

Quando atingem a idade adulta, são animais solitários. Não são ágeis nem agressivos, a menos que se sintam ameaçados. Apesar do tamanho e do peso, conseguem se proteger de predadores sobre as árvores, graças ao auxílio de suas garras.

Fonte: DA REPORTAGEM

Veja Mais

Delegado é alvo de operação após dirigir veículo apreendido até GO

Publicado em 22 de Maio de 2024 ás 15h 30min


Scheila se reúne com ministério para alinhar entrega da 6ª etapa do Nico

Publicado em 22 de Maio de 2024 ás 13h 36min


Algodão 24/25: fertilizantes e corretivos puxam recuo do custeio

Publicado em 22 de Maio de 2024 ás 12h 40min


Jornal Online

Edição nº1300 23/05/2024